Escolha uma Página

Como Escolher a Melhor Máquina de Estampar Camisetas

Máquina de Estampar Camisetas
Trabalhar com máquina de estampar camisetas é um negócio bem lucrativo, pois atende um público diversificado e possui uma demanda comercial muito boa.

Quer começar seu próprio negócio? Uma Máquina de estampar camisetas pode ser a solução, veja como escolher, marcas, preços e dicas para estampar camisetas!

Para quem está pensando em abrir um negócio ou até em formas de complementar a renda familiar, uma pequena estamparia pode ser uma boa opção. Existem diversos modelos de máquinas de estampar camisetas que podem ser instaladas com facilidade, até em um cômodo residencial.

Poder trabalhar em pequenos espaços, até mesmo em um cômodo da residência, talvez seja uma das vantagens que torna a máquina de estampar camisetas tão atraente, claro, juntamente com o bom percentual de ganho na venda de cada unidade.

Assim como qualquer área, a possibilidade de ganhar dinheiro com máquinas de estampar camisetas depende de esforço, empenho e disponibilidade para o trabalho.

As máquinas de estampar mais procuradas do setor de estamparia são voltadas para estampar camisetas. Através da máquina de estampar camisetas é possível produzir de poucas peças até em grande escala, com diversas estampas que vão desde pequenas imagens até fotos. Por isso, antes da aquisição do equipamento, é necessário saber o tipo de material e estampas que você pretende trabalhar e, se for o caso, inserir o custo de um computador para a realização do trabalho.

O Que é Silk-Screen nas Máquinas de Estampar Camisetas?

A técnica da serigrafia, mais conhecida como silk-screen, é um processo que utiliza uma matriz de tecido para reproduzir uma imagem. Uma moldura é revestida com um tecido especial, preparado com tratamento químico. Basta pressionar a tinta contra a matriz para que a mesma atravesse os espaços livres da tela e assim apareça a imagem final.

Atualmente, o mercado se expandiu e o negócio não fica restrito a estampa de camisetas, chegando a bonés, chinelos, réguas e xícaras. Além disso, há uma área promissora que permite estampar em uma grande variedade de produtos como brindes de canetas, chaveiros, adesivos, bexigas, entre outros.

A diferença da serigrafia para outros processos é ser um meio de impressão mais simples. A serigrafia envolve baixos custos de implantação, sendo a única técnica que pode imprimir em qualquer material e superfície – plana ou em relevo.

A Escolha da Máquina de Estampar Camisetas

Escolha da Máquina de Estampar Camisetas
A escolha da máquina de estampar camisetas deve estar de acordo com a demanda de produção de camisetas.

Existem máquinas de estampar camisetas projetadas para realizar milhares de impressões por hora. Assim, você terá de analisar bem antes da escolha, verificando a capacidade de produção do equipamento e qual estará mais adequada às suas necessidades.

Para ter uma referência de valor, uma máquina de estampar camisetas de modelo clássico e compacto custa em média R$ 1.600 reais, podendo variar de acordo com o local de compra. Contudo, quem tem poucos recursos para iniciar um negócio de estampar camisetas e não trabalha com a confecção de uma grande quantidade por dia de produtos, pode optar por máquinas de estampar camisetas mais simples e que tenham uma capacidade de produção menor, custando em torno de R$ 500 reais.

Assim como existem diferentes modelos tanto em tamanho como em quantidade de produção, também, há no mercado atual diversas marcas que são vendidas em lojas específicas. Porém, sempre faça uma pesquisa pelo menos básica na internet para verificar se não está ocorrendo algum problema com aquele modelo de equipamento ou até mesmo para encontrar preços mais em conta.

Um ponto importante e que deve ser levado em consideração é a facilidade de uso da máquina de estampar camisetas, pois em muitos casos é necessária a realização de cursos. Desta forma, buscar informações quanto ao modo de operação do equipamento antes mesmo da compra é fundamental e, além disso, verificar junto ao vendedor e fabricante se estes oferecem os cursos.

Caso receba uma resposta negativa da marca que você pesquisou a dica é procurar por outra, visto que as máquinas de estampar camisetas são muito parecidas em seu modo de uso. Porém, é muito raro encontrar algum fabricante que não ofereça nenhum tipo de curso, ou seja, nem o básico para a operacionalização da máquina de estampar camisetas.

Outro detalhe que deve ser verificado anteriormente a aquisição da máquina é se a mesma permite acoplar acessórios para estampar outros produtos como, por exemplo, bonés, chinelos, chaveiros, entre outros. Embora este detalhe possa deixar o produto mais caro, além de que muitos acessórios custem caro –uma máquina de estampar camisas completa tem como principal objetivo diversificar as vendas e colocar novos produtos no mercado, permitindo um maior engajamento do público.

Novamente, neste caso, verifique sempre com o vendedor do acessório ou com o fabricante se existe algum curso que se possa fazer em sua cidade para que aprenda a usar o novo acessório acoplado na máquina, além, é claro, de evitar o desperdício de matéria-prima.

Marcas de Máquinas de Estampar Camisetas

Qual é a marca ideal para se trabalhar? Esta é uma pergunta que depende muito do que você irá estampar, quantidade e até mesmo o tipo de estampa. Hoje, duas das principais marcas que têm sido bem qualificadas pelos consumidores são a Rimaq e a Compacta Print.

Ambas as marcas oferecem não apenas máquinas de estampar camisetas, mas também outros tipos de máquinas para trabalhar em casa. O Preço Da Máquina De Estampar é bem semelhante, algo em torno de R$ 2.500 reais a R$ 3.500 reais, podendo-se acessar o site oficial das marcas e solicitar um orçamento específico para você.

Se você estiver com poucos recursos uma boa dica é procurar por máquina de estampar camisetas usadas, já que o preço costuma cair pela metade, mas lembre-se, não basta ter bom preço, é preciso estar em bom estado de conservação e executar todas as funções que você precisa.

Trabalhar Com Máquinas de Estampar Camisetas é Para Você?

Agora que você já ficou sabendo o que significa serigrafia, assim como aprendeu como deve escolher a máquina de estampar camisetas ideal, é chegada a hora de verificar se este é realmente um negócio em que valerá a pena investir o seu dinheiro e tempo.

Este processo deve começar por uma análise completa do mercado a sua volta, principalmente no que diz respeito aos seus concorrentes e futuros clientes, procurando conhece-los, identificar os seus gostos e costumes, pois, por serem peças de roupa é necessário que além de estarem na moda atinja em “cheio” os anseios/gostos dos consumidores.

Quanto aos concorrentes, por serem as máquinas de estampar camisetas cada vez mais compactas e com um preço acessível o número de pessoas que as têm adquirido e buscando criar o seu próprio negócio tem crescido bastante nos últimos anos.

Levantar esses dados pode não ser uma tarefa muito fácil, até mesmo porque muitas pessoas não têm empresas formais e acabam vendendo seus produtos apenas nas ruas ou de porta em porta.

Dá mesma forma que estudou seus clientes e concorrentes, estude os seus fornecedores e veja quais são os melhores preços que estes podem praticar para você e quais são os descontos dados em compras em grande quantidade do material.

Para finalizar a análise do negócio é importante verificar qual é o seu retorno esperado, ou seja, quanto será necessário vender para conseguir atingir, pelo menos, um nível em que suas despesas fixas e variáveis possam ser pagas sem nenhum tipo de problema.

Além de Produzir é Preciso Vender

Máquina de estampar camisetas vendas
A produção da máquina de estampar camisetas nem sempre será de encomendas, uma boa dica é optar por desenhos de camisetas que sejam tendências, as de desenhos e super heróis são um bom exemplo.

Um assunto que é pouco abordado ao analisar a possibilidade de compra de uma máquina de estampar camisetas é que além de executar o serviço de serigrafia é necessário vender o que foi produzido.

São raros os casos em que os produtos são feitos sob encomenda de alguma loja ou cliente, principalmente quando se está começando o negócio. Desta forma, é preciso verificar se o seu trabalho isolado dará conta de produzir todas as peças e ainda vende-las de porta em porta ou em alguma barraca na rua.

A melhor saída para este problema é conseguir uma parceria com alguma loja que venda roupas e colocar os seus produtos para vender lá, nem que se ofereça os produtos por um valor mais baixo, porém, sua marca ficará conhecida no mercado e a venda de novos produtos, além de a chegada de novos clientes poderá se tornar mais fácil.

Estas são apenas alguns questionamentos para ajudá-lo a pensar melhor sobre comprar ou não a máquina de estampar camisetas, para uma análise mais detalhada e apurada é preciso levantar também o custo de produção, manutenção da máquina, custos fixos e variáveis, etc. Assim é possível fazer uma análise do potencial real do negócio.

Alguns benefícios que se tem com Automação Industrial

No domínio das indústrias, ou em qualquer outro lugar que demande produção de algum bem, os benefícios da automação industrial podem ser considerados ilimitados. Isto porque ao automatizar um processo, é possível aumentar significativamente o seu desempenho global. Este motivo por si só, já é um grande responsável por fazer com que a automação seja cada vez mais popular em todo o mundo.

os sete beneficios conquistados com a automação industrial

Figura 1 – Os sete benefícios que podem ser conquistados com a automação industrial

 

Existem vários tipos de sistemas de automação industrial a fim de atender diferentes exigências e demandas de mercado. De fato, não são todos os tipos de sistemas automáticos necessários em uma fábrica que estejam disponíveis para comprar no mercado como um item de prateleira.

No intuito de automatizar, as indústrias precisam primeiramente projetar, avaliar e adquirir componentes automatizados a fim de construir um sistema industrial automatizado. É por isso que todos os tipos de necessidades podem ser colocadas sob um sistema de automação industrial fazendo com que haja grande adequação a diferentes demandas.

Antes de ir a fundo sobre os benefícios da automação industrial, gostaríamos de apresentar uma definição simples de sistemas de automação industrial: O que é na verdade um sistema de automação industrial? É um sistema dinâmico, capaz de controlar e prover automaticamente qualquer tipo de produção em indústrias, utilizando um sistema de computador de inteligência artificial.

O sistema de computador possui diferentes unidades e peças com tarefas e comandos específicos a fim de operar um equipamento, máquina ou linha de produção. Vários tipos de sensores e processadores também estão ligados ao computador principal para que seja possível obter todos os dados necessários durante o tempo de produção. Alguns acionadores mecânicos também podem ser aplicados no sistema para execução de tarefas difíceis.

Com a definição do que é um sistema de automação industrial, podemos então apresentar alguns benefícios conquistados com a sua implantação:

 

1) Aumento da produtividade

Um dos benefícios mais significativos atingidos com a automação industrial é a melhoria e o aumento da produtividade. A automação aplicada à máquinas automáticas permite o alcance de ciclos de produção mais ráPIDos com maior eficiência e repetibilidade.

Um trabalhador ou pessoa não pode fazer um trabalho específico de novo e de novo com precisão perfeita, mas um sistema de automação industrial pode fazer este trabalho com o mesmo resultado. Isto é possível, pois o sistema de computador principal é dotado de instruções para executar o trabalho com o máximo de precisão.

2 ) Redução de Custos

Um sistema de automação industrial é capaz de reduzir os custos de instalações, pois podem oferecer um rápido retorno sobre o investimento através do aumento na produtividade e eficiência. Com um sistema automatizado e auto operado, não serão mais necessários trabalhadores humanos para realizar atividades extras pois vários destes sistemas automatizados são especialmente projetados para executar diferentes métodos de produção sem qualquer instrução de operadores humanos.

Um outro fator que contribui para redução de custos reside no fato de que a maioria dos sistemas automatizados são concebidos para economizar energia elétrica quando não estão em uso.

Soma-se ainda o fato de que a automação industrial não só simplifica as tarefas de trabalho intensivo e reduz os custos da força de trabalho como também minimiza a criação de materiais e resíduos.

 

3) Melhoria da Qualidade

Máquinas automatizadas são capazes de fornecer resultados consistentes e repetíveis. Quando os fabricantes utilizam a automação industrial, eles eliminam os problemas de controle de qualidade envolvidos com o erro humano. Com automação industrial, os processos podem ser cuidadosamente regulados e controlados, de modo que a qualidade do produto final seja mais consistente.

Assim, se a indústria produz alimentos, a automação garante os tempos de mistura, aquecimento e espera na fabricação do produto. Se por outro lado, é uma indústria que necessita produzir soldas exatas e consistentes, robôs em operação farão soldas padrões mantendo a uniformidade e qualidade. Veja que o resultado é a diminuição ou eliminação de erros de processo e consequentemente aumento de qualidade.

 

4) Segurança

O projeto de um sistema automatizado industrial deve ter a premissa da segurança. Isto porque as organizações são totalmente planejadas para reduzir acidentes. No Brasil temos ainda uma norma regulamentadora (NR-12) que obriga os fabricantes de máquinas a seguirem rigorosamente práticas de segurança.

Um operador humano pode acidentalmente cometer erros ao operar uma máquina manualmente, mas um sistema industrial automatizado não pode cometer erros, pois é um sistema operado por computador e devido a este controle, as chances de acidentes são muito mais baixas em um sistema automatizado.

As máquinas industriais geralmente são projetadas para trabalhar em ambientes de temperaturas extremas, locais explosivos, fundição, processos químicos e outros ambientes que envolvem riscos potenciais para trabalhadores humanos. Nestes locais onde existem riscos à saúde no manuseio e produção dos produtos, os sistemas de automação industrial são capazes de fornecer o máximo de segurança, pois além de operarem com Moviimentos pré-programados, podem eliminar totalmente a necessidade do contato humano.

 

5) Vantagem Competitiva

A fim de sobreviver na economia global de hoje, as empresas devem manter-se cada vez mais competitivas. E outra vez, a automação industrial tem proporcionado às empresas de manufatura a capacidade de ficar em sintonia ou até mesmo passar à frente dos seus concorrentes.

Células robóticas, por exemplo, são capazes de fornecer às empresas as ferramentas necessárias para diminuir os tempos de ciclo, melhorar a qualidade e reduzir custos. Sendo assim, a automação industrial possibilita às empresas permanecerem mais fortes diante de turbulências econômicas e ameaças externas.

 

6) Precisão

A precisão é um dos principais pontos dos benefícios da automação industrial. Isto porque todas as variáveis envolvidas nos processos de produção são medidos pelo computador principal, que geralmente possui um programa de inteligência artificial embutido. Este programa assegura a precisão e o tempo para a produção. Sem esse tipo de programa computadorizado seria impossível manter uma boa precisão e timing. Enquanto o sistema está em uso, diferentes tipos de sensores e processadores também são utilizados para o monitoramento de todo o processo para manter a precisão. Assim, as probabilidades de falhas na linha de produção são reduzidas ao máximo.

 

7) Monitoramento Remoto

O monitoramento remoto é um dos benefícios que mais obteve avanço nos últimos anos. Isto porque a operação remota e os sistemas de controle estão cada vez mais integrados na maioria dos sistemas de automação industrial. Estes sistemas permitem a um operador monitorar e controlar (se necessário) os processos de produção a partir de uma determinada distância.
É possível ainda estabelecer uma conexão Wi-Fi ou pela internet para se comunicar a partir de uma distância muito maior. Os sistemas podem ainda ser baseados em sinais de rádio, infravermelhos ou Bluetooth.

O investimento em uma máquina de bordar

Para ter um melhor auxilio no trabalho de bordado, fazendo que fique mais produtivo e com uma maior possibilidade de ganho, os bordadores podem contar com a máquina de bordar camisa.

O bordado poder ser considerado uma arte que torna os produtos têxteis muito mais interessantes, é uma boa opção para ganhar dinheiro, aumentando a fonte de renda, além de ser um trabalho que gera prazer para muitas pessoas.

Um ponto que devemos lembrar é que o bordado é um dos negócios que mais presente no dia-a-dia e que oferece produtos capazes de encantar o consumidor, portanto, é necessário conhecer produtos, o seu mercado com sua nova tecnologia para lidar com esse ramo.

Quando iniciar no setor de bordados um ponto de suma importância e que contribui muito para a empresa,  não apenas com as novidades que as mercadorias são produzidas, mas também a sua qualidade e acabamento, é a máquina de bordar. Uma boa máquina facilita a produção e confere um “ar” profissional para o negócio.

Claro que para conhecer o mercado de bordado mas à fundo e encontrar uma máquina de bordado ideal será uma tarefa difícil, logicamente em razão das peculiaridades tecnológicas de cada equipamento, sem dizer o fato de que muitas vezes, nem ira utilizar toda tecnologia da máquina, por isso o ideal é encontrar algo que realmente se adéque ao que você precisa.

Quer saber mais sobre máquina de bordar? Veja abaixo!

Mercado de bordado

 

O mercado Este mercado é global e ao mesmo tempo possui influência regional e cultural. Um exemplo brasileiro são as bordadeiras do Ceará, as quais oferecem um produto de qualidade artística superior e que vendem os produtos com o auxílio do fator turismo.

Caso você resida em uma localidade turística, uma boa dica para potencializar os seus lucros é fazer parcerias com agências de turismo, oferecendo para os clientes peças características da localidade, tal prática costuma ser bem aceita e render lucros excelentes.

De forma global, os bordados são importados em sua maioria da China, portanto, quem produz e vende bordado no Brasil está direta ou indiretamente concorrendo com o bordado chinês. Veja como comprar da china.

Isso quer dizer que a concorrência é muito acirrada, por que na china além da capacidade industrial de produzir muito em pouco tempo, eles também por isso uma vantajosa experiência em exportação em grande escala com um valor menor, pois seus custos são baixo, com isso, os bordados chineses são localizados em diversos lugares varejista e com o preço bem mais acessíveis.

A solução que a indústria brasileira encontrou para conseguir maximizar as vendas e achar espaço entre a alta disputa na venda de bordados é incentivar a produção regional, criando a vontade pelo bordado com divulgação e capacitação. Para o bordado, a capacitação é essencial, pois exige técnica para fazer bordado na máquina de bordar, para isso é necessário que o profissional tenha um domínio por essa arte.

Outra solução para o mercado brasileiro de bordado é a divulgação do bordado para que seja uma forma de criar um valor maior que o importado, de que forma, oferecendo novidades, diferencias. Como bordados de pontos turísticos brasileiros.

Máquina de bordar industrial

Para quem deseja iniciar no rumo de bordados é necessário entender que máquina de bordar irá utilizar e qual o modelo de máquina exata para as atividades que serão desenvolvidas para seu negócio.

Para a escolha da máquina certa o empresário terá que ficar atento aos seguintes fatores::

Usabilidade – a máquina de bordar deverá ser usual, ou seja, pode ser utilizada de forma fácil e prática.

Diversidade – a máquina deverá ser utilizada para bordar em diversos tecidos e produtos: camisas, bonés, roupas, tecidos de várias texturas.

Portabilidade – a máquina de bordar deve ser fácil de ser transportada, e ter facilidade de aplicação de peças e outros.

Outras características a serem verificadas são: espaço de trabalho, voltagem, velocidade, peças sobressalentes e agulhas.

Não compensa investir em uma máquina de bordar nova é bem mais cara, é melhor optar por uma usada, pode ser que seja uma forma mais econômica principalmente se ela estiver em bom estados, e não perder a produtividade e a qualidade.

Máquinas de Bordar Ideais

Existem diversos tipos de máquinas de bordar para vender, por isso reunimos algumas das principais de acordo com cada público, iniciante, intermediário, profissional e industrial, variando de acordo com o grau de complexidade do bordado e a quantidade de demanda. Importante frisar que estamos tratando de Máquina De Bordar Patchwork, ou seja, que misturam diversas cores de linhas para formar os bordados.

Para os iniciantes e que desejam bordar em casa, necessitando de uma máquina que ocupe pouco espaço e ao mesmo tempo seja simples de mexer, podemos destacar os modelos Brother 450, Janome 200E e o Elna 8100. Estes já são modelos computadorizados e as preferências nas configurações são feitas através de um pequeno visor lcd.

A máquina de bordar profissional oferece uma área maior de bordagem, velocidade superior, capacidade de criar novos desenhos/imagens e uma quantidade de memória superior. É ótima para quem busca desenvolver peças sofisticadas e de tamanhos maiores, como é o caso de camisetas e roupas, objetivando vender em maior quantidade. Alguns modelos de máquinas de bordar que podem ser indicados são Brother 770, Janome 359E e o Elna 8300.

Por fim, podemos destacar as máquinas de bordar industriais. Estas máquinas são de grande porte e possuem um preço bem alto, atingindo valores acima de R$ 18.000 mil reais. Normalmente são utilizadas em industrias e podem até 1000 pontos por minuto.

Escolher a máquina ideal para o seu tipo de atividade e quantidade de peças que serão produzidas permitirão uma melhor taxa de retorno, pois o custo para manter o negócio será proporcional aos ganhos. Lembre-se, de nada adianta você ter uma empresa em sua casa com poucos pedidos e possuir uma máquina industrial, sequer conseguirá pagar o valor do investimento.

 

Como vender bordados

Iniciar um negócio de bordados pode ser bem rentável, por isso, a produção e vendas de bordados devem seguir alguns os passos.

– O bordado pode ser produzido em sua casa, não somente em uma empresa, o certo é que interessados em iniciar um negócio de bordado comecem com poucas peças e irem desenvolvendo aos poucos, e para que possa ter a pratica, técnica e adquiris clientes. O negócio pode ser em sua casa mesmo, pois não terá custos de aluguel, que é o que mais pesa hoje em dia, e com isso poderá poderá ter um melhor faturamento.

– Quem produz em casa pode começar vendendo aos parentes, amigos e conhecidos, e sempre aperfeiçoando suas técnicas, pode investir na participação em exposições e feiras para expor seu trabalho. Esta é uma grande oportunidade de mostrar para o público como as peças são belas e de qualidade.

– Começar a bordar: o início pode ser difícil, sendo necessário aprender as técnicas, conhecer as máquinas de bordar e como utilizá-las, ainda, aprender com vender e obter a lucratividade.

Aqueles que pensam que produtos artesanais como o bordado não rendem dinheiro se enganam, pois o que torna o negócio lucrativo é exatamente a o baixo custo para desenvolvê-lo e o percentual de ganho em casa peça.

Lucratividade da máquina de bordar

Algumas máquinas de bordar de grande porte, semi-novas, os valor pode ser de até R$ 25.000 mil reais. Porem, é interessante que quem tiver interesse de comprar a máquina de bordar olhem a possibilidade de um crédito para quem está iniciando. Isso poderá ajudar a crescer a produção e fazer um trabalho padronizado e em grande escala.

Para o financiamento para comprar uma máquina está o credito da Caixa Econômica Federal, confira aqui.

Voltando a falar sobre os lucros do bordado, o empresário deverá ter certa atenção em calcular o custo que terá para pagar financiamentos, despesas materiais necessárias e ainda o tempo dispendido com a produção do bordado. Portanto, é necessário ter uma boa administração em calcular os custos e despesas, tempo e dedicação para ter sucesso e ganhar dinheiro.

Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta- Automação Industrial

Ja foi lançada a data da segunda edição da EXPOMAFE, a Feira internacional de Máquinas-Ferrameta e Automação Industrial, feira oficial do setor de metalmecânico, as entidades que estão no comando e que representam os segmentos desta importante cadeira de produção, ha realização acontecerá nos dias 7 a 11 de maio de 2019 no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, o maior e mais moderno pavilhão da América Latina Sempre inovar é a força maior que propulsiona e que move as indústria de Máquinas-Ferrameta e Automação  Industrial. A empresa ABIMAQ, juntamente com a Informa Exhibitions, trouxe um novo conceito de feiras de negócios para a indústria com o lançamento das feiras FEIMEC, Plástico Brasil e EXPOMAFE.

 

 

Sensores de segurança para maquinas

 

Máquinas e processos industriais podem apresentar riscos inerentes a sua operação e tais riscos podem ser minimizados ou anulados através de sensores de segurança para maquinas. O foco principal é a garantia de segurança do operador e a forma mais eficiente de atingir este objetivo exige que os sensores de segurança para maquinas levem a máquina ou processo para um estado seguro no evento de uma situação de risco.

A Decibel oferece uma grande variedade de sensores de segurança para maquinas nos mais elevados níveis de Categoria de Segurança para proteção humana em máquinas e processos automatizados. Para segurança em máquinas a Decibel dispõe de barreiras ópticas de segurança, Sensores laser, dispositivos de parada de emergência, chaves, relés e módulos de segurança.

O que são os sensores de segurança para maquinas

São dispositivos mono feixe de raio laser visível Classe 3R utilizados para monitorar dobradeiras e guilhotinas mecânicas ou máquinas industriais similares. Sua função é detectar a invasão de dedos ou mãos sob a ferramenta durante a fase rápida de descida.

Como funcionam os sensores de segurança para maquinas

Os Sensores Laser sempre devem ser utilizados em conjunto com o Relé de Segurança D195, ambos funcionam como uma interface de saída redundante com a máquina a ser protegida.

O módulo RX dos Sensores, quando sintonizado pelo feixe laser proveniente do módulo TX, emite um par de sinais diferenciais (canais P e N) para o Relé de Segurança informando-o continuamente sobre o seu status.

Durante o funcionamento normal da máquina, ao detectar a invasão, o Sensor envia um sinal para o Relé de Segurança que aciona seus contatos de saída fechando os circuitos que possibilitam a chegada de um comando de partida para a máquina.

Aplicações dos sensores de segurança para maquinas

Dobradeiras e guilhotinas mecânicas ou máquinas industriais similares.

Vantagens dos Sensores de segurança para máquinas

Desenvolvidas de acordo com a norma ABNT NBR 14153;
Atende aos requisitos da Categoria 4.
Modelos dos sensores de segurança para maquinas

D171 Sensor Laser para Dobradeira – Categoria 4

Dispositivo óptico-eletrônico mono feixe laser visível, para a monitoração do acesso à área de risco de dobradeiras durante a fase rápida de descida.

D172 – Sensor Laser para Guilhotina – Categoria 4

Dispositivo óptico-eletrônico mono feixe laser visível, para a monitoração do acesso à área de risco de guilhotinas durante a fase rápida de descida.

Características dos sensores de segurança para maquinas

Capacidade de detecção de 5 mm;
Distância de operação de até 7 metros;
Tensão de alimentação: 24 Vdc;
Tempo de resposta de 10 ms;
Laser monofeixe visível vermelho Classe 3R;
Operam associados a um Relé de Segurança Categoria 4;
Utilizam tecnologia redundante microcontrolada, com autoverificação contínua e sinalização correspondente;
Desenvolvidas de acordo com a norma ABNT NBR 14153.

 

Conheça umas da empresas que fornece segurança de máquina tecservice

Automação de embalagens

O inovamento nos processos produtivos não é somente uma questão de modernização , mas sim de em enorme melhoria nos resultados . A automatização de embalagem agiliza os processos de produção, aumentando significadamente o faturamento da empresa, com isso a mão de obra terá menos custo,alem disso, conferem produtos com embalagens bem acabadas imprimindo mais profissionalismo para a marca. É importante dizer, que a aparência da embalagem é muito importante para atrair os consumidores, pois é o primeiro contato que o cliente tem com o produto e precisa ser bem satisfatório. Com a automatização de embalagem da de grandes multinacionais, sua empresa tem uma assessoria completa na personalização de maquinários que vão ao encontro da necessidade do seu produto. A automatização de embalagem permite a personalização das máquinas embaladoras de acordo com a produção que tiver, tamanho, espessura e demais especificações dos produtos. Dessa forma, os equipamentos são feitos sob medida para sua indústria.

Camisas sociais e suas vantagens com a automação

automatização de camisas sociais

O  mercado de confecção com estagnação, grande parte das empresas estão em xeque. E nesse momento para os empresários restaram poucas alternativas. Com pensamento fútil não conseguira gera resultados esperado mais pra frente com os grandes desafios que o mercado impõe. Nesse momento de crise, é a hora exata de ter mudanças, que se reflete em reestruturar primeiramente a forma de pensar em relação á produção. Pensar de uma maneira diferente como controlar o aproveitamento da mão de obra, que tem um efeito direto no custo do produto. A mão de obra especializada é um recurso escasso no mercado. A simplicidade das operações e o uso de equipamentos facilitadores, que vem acompanhado de um bom estudo de tempos e métodos, que irá utilizar melhor a mão de obra e consequentemente irá reduzir o custo produtivo.

A engenharia de produção realizada por profissional especializado interno e/ou consultores tem como objetivo reduzir os custos por meio da análise e melhoria da realidade da empresa com relação a: tempos e métodos, com o uso de ferramentas de controle de produção PCP informatizadas de fácil uso, baixo custo e 100% web; automatização de maquinários e equipamentos; evolução do nível de conhecimento técnico das costureiras; simplificação do fluxograma produtivo – a chamada melhoria de layout; distribuição da carga de trabalho, também conhecida como balanceamento de linha; e, por último, implantação de células de produção, que promovem o trabalho em equipe.

Quando se compra máquinas automáticas já é um grande passo rumo para melhoria da produtividade de sua empresa, qualidade e redução de custo. Contudo, o critério para a escolha das máquinas automáticas que se adaptarão melhor a sua realidade de produção é uma decisão estratégica e deve passar por aconselhamento de um profissional da consultoria  e/ou alguém especializado.

Máquinas automáticas para camisas sociais:

Pregar carcelas nas mangas da camisa: para fazer essa operação em máquina convencional é necessário utilizar gabarito e passar as partes, por isso é uma operação trabalhosa que exige grande experiência da costureira. Com o uso da máquina automática, ocorre uma significativa redução de tempo e, consequentemente, do custo de produção, pois elimina a passadoria e obtém-se alta produtividade com a utilização de um operador, dispensando mão de obra especializada.

Máquina de pregar bolso automática: para fazer essa operação em máquina convencional, é necessário passar o bolso com gabarito, marcar a posição do bolso na camisa e pregar bolso na camisa. A máquina automática dobra o bolso, o prega na camisa e faz o acabamento ao final da costura. Simplifica, pois, o processo, padronizando a qualidade e aumentando a produção, com redução de costureiras.

Automação das vistas frontais da camisa (vistas esquerda e direita): em máquinas convencionais, pode ser feita com o uso de ponto fixo ou ponto corrente e aparelhos dobradores. Já as máquinas automáticas são equipadas com guia tecido (fotocélulas), o que dá uma excelente qualidade principalmente aos tecidos listados, o que permite maior produtividade e padronização. Para reduzir o tempo de payback, do equipamento (retorno do investimento), é necessário trabalhar em mais turnos por dia.

Vira francesa na operação de pregar manga: dá ótimo acabamento visual e qualidade. A máquina convencional utiliza uma fechadeira plana duas agulhas ponto corrente para pregar manga, com bitola de 9,0 mm, e uma reta uma agulha para pesponto, e exige grande habilidade da costureira. Fechamento lateral automático: faz o casamento automático na junção abaixo do braço, controla a quantidade de tecido no aparelho e casa costura na junção, o que permite aumentar a produtividade.

Os tempos e métodos de confecção dos artigos são padrões utilizados pelo PCP (Planejamento e Controle da Produção) para determinar: a quantidade de equipamentos, mão de obra necessária, organização da linha de produção e custos de produção para atender a uma necessidade de produção. A planilha acima é um exemplo de uma distribuição dos trabalhos que aqui chamamos de operações. Na determinação do tempo de cada operação, é necessário colocar um fator de concessão, que leva em conta eventos como ida ao banheiro, reprocesso e estafa. Como sugestão, multiplique o valor cronometrado por 1,2. Na planilha acima, foi colocado o tempo a 80%.

A distribuição dos serviços é iniciada pelo quadrado com a palavra [Entrada] em pacotes com no máximo 40 peças, seguindo as setas de acordo com as operações na sequência em que deverão ser executadas.

O layout de camisa social sugerido acima está em um formato que permite o uso racional dos espaços dentro da empresa e a diversificação de produtos e modelos de forma individualizada, sem que uma célula dependa de outra.

Recomendamos fazer suas camisas sociais em oficinadoabada.com.br

Aprenda também a usar camisas sociais com detalhes que faz a diferença: